Cinema Português

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um vinho ishtränho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Cuidado: ə qualquêr mumento, Napolião podə querer invədir-tə

Este artigo foi considerado um esboço pelo Goku!
Edite ele ou o Goku terá de usar sua Genki Dama

Cquote1.png Raios. Corta! Ai!? Cquote2.png
cineasta português sobre cinema português
Cquote1.png Ô Maria, Volta pra cama. Que que o leiteiro quer a estas horas? Cquote2.png
Manuel da padaria sobre cinema português

O Cinema Português[editar]

Cinema de Portugal, isto é, cinema português, refere-se essencialmente a salas de exibição lá em Portugal. São em princípio considerados também portugueses todos os que já trabalharam em alguma piada desse gênero, além de alguns filmes de autores estrangeiros com nacionalidade portuguesa comprovada e bigodão.

História[editar]

Era uma vez...

Primórdios[editar]

O início do cinema português tem lugar com a exibição das primeiras curtas-metragens amadoras, de 5 e 8 segundos. um empresário da cidade do Porto, Manuel Paz dos Reis em 1896, filmou uma réplica do filme dos irmãos Lumière (1894 - 1895), considerado o primeiro filme, depois das descobertas do fogo e da roda..

Manuel tem em mente explorar as possibilidades do seu cinematógrafo e do consolo da sua esposa. Organiza alguns espectáculos que não obtêm os resultados esperados e tenta o Brasil. Ele acaba virando piada aqui. (tinha que ser português).

Anos vinte[editar]

A indústria de cinema em Portugal terá início em 1918, após a reformulação da produtora Padaria Film (nome dado para tentar administrar com eficiência), que reativa o Ciclo do Porto, o segundo. Durante os anos vinte, a produção cinematográfica portuguesa dedica-se principalmente à transposição dos clássicos literários da Noruega e filmes pornográficos da Suécia.

A companhia teria vida curta, por questões de maus entendimentos entre sócios Manuel Pereira, Manuel Oliveira e uma vizinha gostosa.

Em 1926, o golpe do 28 de Maio instala em Portugal a ditadura nacional que, durante quase meio século, com a mão férrea do Viagra Manuel de Oliveira Salazar, condicionará drasticamente a vida econônima, social e sexual de trás dos montes.

Anos trinta[editar]

Manuel Leitão de Barros, no primeiro ano da década de trinta, começa com humor (ensaio de piadas de português- 1930) e. É ele que, em Portugal, faz o primeiro filme sonoro. Só faltou colocar a imagem.

Os estúdios da Panificadoras Tobis (Companhia Portuguesa de Filmes Sonoros Tobis Klangfilm e Roscas) são construÍdos em Lisboa no ano seguinte, no Lumiar, e Lisboa inicia novo ciclo, e acabam voltando ao ponto inicial. Nessa década, com a falência do mudo, surge nova geração de cineastas, muitos deles jovens com lápis na orelha gritando "raios".

Estudiosos portugueses explicam que o filme sonoro implica mudanças radicais na forma de ouvir o filme, como o som.


Anos noventa[editar]

A partir da década de noventa, com o aparecimento de uma nova geração de cineastas, em grande parte padeiros e confeiteiros, antigos alunos do Conservatório Nacional, que teve como professores Manuel Reis, um dos criadores do curuaçã.

Pessoas e filmes[editar]

Lista detelefônica de Portugal

Informativo da programação

Este artigo foi considerado um esboço pelo Goku!
Edite ele ou o Goku terá de usar sua Genki Dama