Feijoada Monstro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Peixe assado.jpg Este é um artigo gastronômico.

Não adianta dar uma de masterchef com um peixe assado granfino se não tirar as espinhas.


Cquote1.png Na União Soviética, a feijoada monstro come VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Feijoada monstro
Cquote1.png VOCÊ traiu o movimento light, mano!! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Feijoada monstro
Cquote1.png UHHHHHH!!!Chama os cachorros! Cquote2.png
Ana Maria Braga sobre feijoada monstro
Cquote1.png Você quis dizer: Perigo Tóxico Cquote2.png
Google sobre Feijoada Monstro
Cquote1.png Hum... Quero mais!! Cquote2.png
Chuck Norris sobre Feijoada Monstro
Cquote1.png Pensei que fosse Monstro por causa de deixar forte, mas, é o contrário... ARGH! Cquote2.png
Bodybuilder sobre sua decepção com a feijoada

História[editar]

A feijoada monstro é um prato típico de Muzambinho, criado durante a segunda guerra mundial para o combate dos alemães. Sua origem é controversa mas segundo o livro "Comendo com o capeta" de autoria do grande mestre culinário Jeremias:

Cquote1.png Foi o cão quem butô pra nóis cumê! Cquote2.png
Jeremias sobre feijoada monstro
Outra teoria de sua criação foi um acidente ocorrido em uma fazenda no interior de Muzambinho: O fazendeiro Francisco Novais estava preparando uma feijoada para sua família, quando por acidente derrubou seu porco de estimação dentro do caldeirão. Para não ter que começar o prato de novo resolveu colocar feijões gigantes e fingir que nada aconteceu. Mal ele sabia que sua família não sobreviveria...

Preparo[editar]

O porco gigante, iguaria muito rara

Para se preparar uma autentica feijoada monstro é necessário muito trabalho, primeiro é necessário de feijões mágicos, que criam a planta onde crescem os raros feijões gigantes. Depois é necessário alimentar o porco de maneira com que ele fique como o da foto ao lado. Depois é necessário colher os feijões gigantes. Com todos os ingredientes em mão, segue aqui a receita:

  • Um porco gigante (inteiro e vivo)
  • Feijão pra caralho
  • 1 litro de Diabo Verde
  • 5 ratazanas
  • 10 toneladas de arroz agulinha
  • 50 bagos de laranja

Junte os feijões gigantes e o arroz agulinha, coloque-os dentro dos bagos de laranja e reserve. Coloque as ratazanas no liquidificador e bata bem com o diabo verde, cozinhe os bagos junto com a mistura de diabo verde e ratazana. Agora, o grande apice da receita, pegue seu porco e jogue-o na mistura, inteiro e vivo. Depois de 15 dias cozinhando estará pronto o delicioso prato.

Implicações gastrointestinais[editar]

A feijoada monstro é um prato extremamente pesado, já que ele é feito com um porco gigante inteiro e vivo, além de feijões ridiculamente grandes (o valor nutritivo de cada grão desse feijão ultrapassa de longe a quantidade recomendada de calorias por dia). Por isso, é recomendado moderação na apreciação do prato. Lembre-se que não é uma feijoada comum. É uma ultrafeijoada. É o Pelé das feijoadas.

Como já dito anteriormente, a feijoada monstro pode diluir o estômago da vítima, digo, da pessoa. A taxa observada de destruição completa do estômago chega a 123%.

Se por acaso você for uns dos -23% que não tiveram o estômago diluído, provavelmente sofrerá com dores incríveis graças a destruição completa da flora intestinal, seguida da destruição do próprio intestino (e dos órgãos adjacentes, como apêndice, útero, fígado e cérebro). Se por acaso você sobreviver aos danos no intestino, sugerimos que vá imediatamente ao hospital para colocar um cano no lugar do intestino e cagar por uma bolsa.

Apesar do alto fator letal, é de conhecimento médico que algumas pessoas conseguiram sobreviver sem maiores efeitos colaterais a uma refeição completa da Feijoada Monstro. Suspeita-se que essas pessoas extremamente resistentes façam parte de algum projeto secreto americano de criação de super-humanos. O único efeito que essas pessoas sofrem são gases incontroláveis que duram algumas poucas décadas. A produção e gases no intestino após uma cumbuca de Feijoada Monstro é tão rápida que antes da pessoa terminar de peidar, já precisa peidar de novo, o que ocasiona o raro distúrbio de nome "peidos eternus".

Além de todos os malefícios explicados acima, o Ministério da Saúde acredita que a Feijoada Monstro contém elementos radioativos pesados, que se corretamente manipulados, podem servir para o desenvolvimento da bomba atômica. Por isso o prato é proibido em praticamente todos os países do mundo, tirando a Atlântida.

Sugestões para o uso[editar]

A feijoada monstro pode ser utilizada para diversos fins:

  • Alimentação do dia-a-dia: apesar de extremamente arriscado, a pessoa pode utilizar a Feijoada Monstro como base de sua alimentação. Para isso ela precisa escapar da morte após a primeira refeição (morte esta 100% certa). Mesmo que consiga fazer isso, o que é altamente improvável, não faz sentido usar a Feijoada Monstro como prato do dia-a-dia pelo simples fato de uma cumbuca ter energia suficiente para sustentar uma pessoa durante toda a vida, o que dispensaria a necessidade de outras refeições nos dias posteriores. Essa sugestão de uso é então completmente descabida e inútil, e pode ser deletada dessa lista.
  • Arma biológica: por ser altamente letal, a Feijoada Monstro pode ser utilizada para exterminar populações inteiras sem utilizar métodos politicamente-incorretos como campos de concentração ou chuvas de Napalm. O genocida ainda poderia passar a imagem de altruísta, já que estaria alimentando o povo.
  • Vingança: basta chamar a pessoa que será vítima da vingança para um banquete em sua casa e servir o prato. Pronto. Só não se esqueça de não comer a mesma feijoada, se não você morre também, o que seria altamente patético numa vingança.
  • Controle de natalidade: como a Feijoada Monstro possui elementos radioativos, as pessoas que não morrerem após a refeição (não existe isso) ficarão brochas e estéreis, não podendo ter filhos.
  • Erradicação da fome no mundo: como a quantidade de calorias de uma cumbuca da Feijoada Monstro é suficiente para sustentar o organismo de uma pessoa por 2000 anos (portanto, mais do que ela viveria), esse exótico prato seria uma boa forma de erradicar a fome no mundo. Infelizmente as pessoas que comem a Feijoada Monstro também morrem, mas a morte de toda a população não deixaria de ser uma forma de erradicar a fome.

Contra-indicações[editar]

É preciso tomar certos cuidados ao preparar e manipular a Feijoada Monstro:

  • Alteração da gravidade: o peso excessivo concentrado em um pequeno volume de uma cumbuca pode gerar alterações no campo gravitacional da Terra, o que, na melhor das hipóteses, faria com que a Lua caísse literalmente sobre nossas cabeças. Por isso, quem quiser preparar o prato, precisa ter o cuidado de combinar previamente com outra pessoa para que ela faça o mesmo exatamente do outro lado do planeta Terra, para que assim as forças gravitacionais se equilibrem e não ocorram desastres naturais.
  • Criação de Mini Buracos Negros: a quantidade descomunal de energia concentrada em uma simples cumbuca de Feijoada Monstro pode ocasionar um complexo fenômeno físico-químico que daria origem e minúsculos buracos negros que, em pouco tempo, engoliriam a Terra inteira. Por isso a preparação do prato é proibida.
  • Aquecimento Global: a quantida de flatulência que a Feijoada Monstro ocasiona pode aumentar consideravelmente a quantidade de gases do efeito estufa na atmosfera, sendo essa provavemente a verdadeira causa do aquecimento global.


O MINISTERIO DA SAUDE ADVERTE:
Comer feijoada monstro pode causar caganeira, prisão de ventre, febre e dissolução do estomago,
Sempre coma com acompanhamento médico.